Editorial

Minha Casa, Minha Vida será reavaliado

Brasil - O ministro da Economia, Paulo Guedes, afirmou ontem que o programa habitacional Minha Casa, Minha Vida precisa ser reavaliado. Segundo ele, setenta mil casas do programa foram devolvidas e outras sessenta mil não tiveram as obras terminadas.

Paulo Guedes disse que, diante dos problemas constatados, a Caixa Econômica Federal está buscando junto com o Ministério da Economia uma saída.

Enquanto isso, o ministro afirmou que não há bloqueio de recursos do programa e que as verbas estão livres para repasses.

A declaração do ministro foi criticada pelo coordenador do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MSTS), Guilherme Boulos. Para ele, um corte no subsídio dos programas habitacionais das camadas mais pobres, em um contexto de aumento no desemprego e queda na renda, deve levar a uma explosão de ocupações.

Boulos disse que a crise econômica está aumentando a busca por alternativas de moradia, o que tem feito crescer as ocupações, principalmente as espontâneas, aquelas que não são coordenadas por movimentos sociais.

Boulos só não disse de quem é a culpa pela crise econômica, enquanto que Paulo Guedes afirmou que está conversando com a Caixa Econômica Federal para ver o que pode ser alterado, mas que, por enquanto, não haverá bloqueio de repasses.


Tags: Minha Casa   Minha Vida   será   reavaliado