Educação

São José dos Campos tem manifestação contra cortes na educação

São José dos Campos - Todos os estados registraram, hoje, manifestações contra o bloqueio de recursos para a educação anunciado pelo Ministério da Educação (MEC). Universidades e escolas também fizeram paralisações após convocação de entidades ligadas a sindicatos, movimentos sociais e estudantis e partidos políticos.
No centro de São José dos Campos, cerca de 5 mil estudantes, professores e trabalhadores das mais diversas categorias reuniram-se em protesto contra os cortes na educação, segundo o Sindicato dos Metalúrgicos.
Os manifestantes se concentraram na Praça Afonso Pena, e seguiram em passeata pelas ruas do centro da cidade.
O SIEEESP, Sindicato dos Estabelecimentos de Ensino no Estado de São Paulo, repudiou as manchetes veiculadas por algumas mídias de que as escolas particulares teriam aderido à greve. Segundo o presidente, Benjamin Ribeiro da Silva. “Existem 10 mil escolas no estado e apenas algumas, não mais do que 25 ou 30, disseram que iriam parar, um número pouco representativo diante do total das escolas”.
De acordo com o presidente do SIEEESP, as escolas particulares estão orientadas a descontar em folha o dia parado.

Foto: Divulgação/Sindmetalsjc

Tags: São   José   dos   Campos   tem   manifestação   contra   cortes   na   educação