Política

Partido pune deputados que votaram a favor da Nova Previdência

Brasil - Oito deputados federais que desrespeitaram decisão do PDT e votaram a favor da reforma da Previdência vão responder a processo disciplinar, de acordo com a Executiva Nacional e da Comissão de Ética. Os deputados estão com suas representações partidárias suspensas até que o processo seja concluído.

A decisão do PDT atinge os deputados federais Alex Santana (BA), Fávio Nogueira (PI), Gil Cutrim (MA), Jesus Sérgio (AC), Marlon Santos (RS), Silvia Cristina (RO), Subtenente Gonzaga (MG) e Tabata Amaral (SP).

Os oito parlamentares estão com suas atividades suspensas e nenhum deles pode falar em nome do partido, afirmou o presidente da sigla Carlos Lupi. Segundo ele “a decisão do diretório nacional é soberana e representa todas as instâncias partidárias”.

A parlamentar paulista Tabata Amaral já está sendo sondada por vários partidos, inclusive PSL do presidente Jair Bolsonaro e PSDB do governador João Dória, que já conversou com Tabata, mas ainda não convidou para participar da sigla peessedebista.

Tags: Partido  pune  deputados  que  votaram  a  favor  da  nova  Previdência