Cotidiano

Campanha da Fraternidade é debatida na Câmara de SJCampos

São José dos Campos - Uma mesa-redonda debateu na última segunda-feira, 22, na Câmara Municipal, o saneamento e a distribuição de água na região da Diocese de São José dos Campos, que abrange seis municípios. O evento fez parte da Campanha da Fraternidade 2016, que tem como tema o saneamento, a partir do slogan “Casa comum, nossa responsabilidade”.

Realizado no auditório Mário Covas da Câmara, entre 19h30 e 22h, o encontro reuniu os vereadores Cyborg (PV), Dra Angela (PT), Juliana Fraga (PT) e Juvenil Silvério (PSDB), representantes da Diocese, e técnicos da prefeitura de São José dos Campos e da Sabesp.

Pesquisadores da Comissão de Meio Ambiente da Diocese mostraram estudos indicando que cada morador de São José consome, em média, 168 litros de água por dia. Porém, de cada 100 litros consumidos, 36 são perdidos.

Quanto ao saneamento, apesar de 90% de a população urbana contar com esgoto tratado, a eficiência do sistema de tratamento do esgoto coletado é de apenas 48,6%.

O lixo também é um problema a ser resolvido. Cada morador gera 826 gramas de resíduos sólidos e de limpeza urbana por dia. Esse volume é considerado alto.

Técnicos da Sabesp e da prefeitura relacionaram os projetos existentes para ampliar o sistema de saneamento. Mesmo assim, os bairros irregulares do município ficarão de fora desses investimentos.

Ao final da reunião, os vereadores anunciaram que vão cobrar maior agilidade na universalização do sistema de saneamento em São José dos Campos.

Tags: São José dos Campos   Campanha da Fraternidade 2016