Educação

São José: professores temporários voltam ao trabalho

São José dos Campos - Nesta quarta-feira (22) os professores temporários da rede pública de ensino de São José dos Campos voltaram ao trabalho. Um decreto editado pelo prefeito da cidade Felício Ramuth no último dia 15. O documento foi alvo de um pedido de suspensão feito à Justiça pela oposição, mas foi negado.

De acordo com a administração, 835 professores voltaram a trabalhar nesta quarta. Segundo o órgão, o pagamento dos profissionais será integral mesmo que os servidores não estejam dando aula.

"A Prefeitura determinou a volta dos professores por conta da natureza do contrato administrativo celebrado com o professor contratado a prazo determinado, evitando assim, a ruptura do contrato celebrado e os mesmos neste momento irão ajudar as equipes de coordenação no planejamento da secretaria"

"Todas as mesmas medidas de prevenção já estão sendo tomadas na rede de ensino municipal, a orientação é para que mantenham distância de dois metros e lavem constantemente as mãos".

A oposição pediu à Justiça pelo vereador Wagner Balieiro (PT), a suspensão do decreto e que os professores não voltassem ao serviço, pois isso contraria as determinações da OMS (Organização Mundial da Saúde) quanto ao isolamento social. De acordo com a oposição mesmo sem os alunos, os profissionais podem se contaminar pela Covid-19 no trajeto, além disso, os professores não devem dar aulas no período.

Para o juiz da 1° Vara da Fazenda Pública, já que os professores não vão ter contato com os alunos, que seriam os supostos vetores do novo coronavírus, não há risco para ambos.

Tags: