Mundo

Governo não vai antecipar segunda parcela do auxílio emergencial

Brasil - O governo federal não vai mais antecipar a segunda parcela do auxílio emergencial de R$ 600. O Ministério da Cidadania emitiu um comunicado esclarecendo que faltam recursos no orçamento para realizar a antecipação.

De acordo com o cronograma, o pagamento estava previsto para começar nesta quinta-feira (23) e seguir até a próxima quarta-feira (29).

No entanto, de acordo com a nota, em decorrência do alto número de trabalhadores cadastrados e por determinações do governo, que pretende atender toda a demanda, foi necessário solicitar crédito suplementar.

Isso porque precisará ser desembolsado um valor de R$ 32,7 bilhões para o pagamento. Esta questão orçamentária foi, inclusive, alertada pela Controladoria Geral da União.

Segundo as informações, a solicitação já foi feita com urgência ao Ministério da Economia. Após as definições da pasta, a Caixa vai realizar o pagamento remanescente da primeira parcela e anunciará o cronograma da segunda.

Cerca de 12 milhões de trabalhadores informais ainda não receberam o auxílio. De acordo com a nota, o pagamento da primeira parcela para beneficiários do Bolsa Família, que está em andamento, vai correr normalmente como previsto.

O sistema da Caixa Econômica já finalizou até agora mais de 45 milhões de cadastros. Ainda estão sendo avaliados mais de 7 milhões, que foram concluídos entre 11 e 17 de abril.

A previsão é que este lote seja liberado até o fim desta semana.

Tags: