Editorial

Governo libera Embraer para venda

Internacional - Finalmente o Governo decidiu liberar a Embraer para negociar com a Boeing a criação de uma nova companhia aérea.

E para quem torce pelo negócio uma boa notícia, o Governo não deverá interferir nas tratativas para fechar o acordo comercial, já que considera o evento uma etapa puramente empresarial.

O Governo só deverá se manifestar quando for consultado, até lá as duas grandes companhias terão total liberdade nas negociações.

Essas tratativas comerciais iniciaram no final do ano passado, o Governo tentou intervir e isso fez com que as negociações dessem uma esfriada, agora é esperar por um memorando de entendimento informando que uma terceira empresa acaba de ser criada onde a Boeing terá 80% de participação e a Embraer 20%. Parece pouco para a Embraer, mas no montante, com presença marcante da Boeing, os números serão extraordinários.

Ontem as ações ordinárias da companhia brasileira já tiveram forte valorização na bolsa, com alta de 3,54%, com papéis sendo negociados a vinte e seis reais e oitenta e oito centavos.

Se o negócio for mesmo concretizado com a Boeing, a marca Embraer usada nos jatos comerciais deixará de existir, permanecendo somente as aeronaves produzidas pela Embraer Defesa, como o KC 390 e o Tucano.

No momento em que a Azul anuncia que vai retomar seus voos no aeroporto de São José dos Campos, a Embraer se prepara para alçar um caminho mais alto ainda, partindo de São José dos Campos rumo aos céus do mundo. Parece que a capital do avião, onde aviões estavam sumidos do aeroporto, agora vai decolar para valer.

Pelo menos é isso que o joseense espera, é isso o que o Brasil aguarda.

Tags: Governo  libera  Embraer  para  venda