22/02/2024 15:42

3 tipos de parque que você pode ir com todos os cuidados

parque

A pandemia ainda não acabou, mas a vida começa a voltar ao normal. Uma das boas coisas para se fazer num fim de semana de lazer, é o passeio por Parques e locais abertos com muita natureza. O Parque Nacional do Iguaçu, que abriga as Cataratas do Iguaçu, recebeu 78.665 visitantes durante o mês de outubro. Com um crescimento de 17% com relação a setembro, o movimento turístico do período confirma a recuperação gradativa do turismo e a confiança dos brasileiros no Destino de Foz do Iguaçu.

Destes visitantes 94% são brasileiros, organizados em famílias ou grupos de amigos, que tiveram a oportunidade de conhecer ou revisitar o maior conjunto de quedas d’água do mundo. Depois do estado do Paraná, lideram em volume de visitantes: São Paulo, Santa Catarina, Rio Grande do Sul, Rio de Janeiro e Minas Gerais.

parque

Ingressos antecipados e on-line – Para visitar o Parque Nacional do Iguaçu o visitante precisa adquirir o ingresso pelo site oficial, exclusivamente on-line (www.cataratasdoiguacu.com.br/ingressos), com escolha do dia e horário para o passeio. Os ingressos são limitados. É preciso realizar a compra antecipada para garantir o passeio.

Central de atendimento no WhatsApp – O visitante que quiser receber dicas e informações sobre o Parque Nacional do Iguaçu pode entrar em contato com a Central de Atendimento ao Visitante: +55 (45) 9137-3444 (wa.me/554591373444).

Histórico de visitação dos últimos meses do ano de 2021
Outubro: 78.665
Setembro: 67.046
Agosto: 45.996
Julho: 56.819
Junho: 27.739

parque

Parque Tarundu – Campos do Jordão

Idealizado por Ricardo Lenz, o Tarundu é um espaço em Campos do Jordão com mais de 35 atrações de lazer para todos os gostos e idades, onde você tem contato com a natureza em uma área de 500.000 m² de mata preservada, à 1.700m de altitude. Tarundu em Tupi Guarani significa “Estado de Graça”.

Atrações que desafiam sua emoção, atividades como Patinação no Gelo, Tirolesas com 800m de extensão e 60m de altura, Passeios a Cavalo, Pônei, Charrete, Arco e Flecha, Orbit Ball, Tiro Esportivo, Boia Cross e muito mais.

Ideal também para quem quer relaxar! Um lugar de natureza preservada, com aconchegantes espaços, jardins, trilhas, casa na árvore, bar & café, e deliciosas redes de descanso. Além disso, a arquitetura do restaurante, a decoração e as lareiras proporcionam uma experiência à parte.

Tainakan Gourmet conta com um incrível e diversificado cardápio de culinária mediterrânea. A arquitetura do restaurante, a decoração e as lareiras proporcionam uma experiência à parte.

PARQUE NACIONAL DA SERRA DA BOCAINA

O Parque Nacional da Serra da Bocaina, por sua dimensão e grande variação de altitude, apresenta variadas paisagens e diversos atrativos naturais como praias, piscinas naturais, rios, cachoeiras, picos e mirantes, sem contar a riqueza de flora e fauna, típica da Mata Atlântica.

Também são muitos os atrativos de interesse histórico e cultural, como os caminhos e trilhas do ouro que o atravessam, remanescentes da época dos tropeiros, bem como a cultura caipira e caiçara conservada na porção serrana e litorânea, respectivamente.

IMPORTANTE
O parque não está consolidado em termos de visitação, por isso ainda não oferece prestação de serviços ao turista – Saiba mais. O parque, do ponto de vista turístico, pode ser dividido em dois roteiros bastante distintos:

Serra

Também chamada “parte alta”, é onde o visitante encontra várias cachoeiras, picos e mirantes. Ali que se inicia o Caminho de Mambucaba, a mais famosa das trilhas do ouro. Esse roteiro tem acesso por São José do Barreiro, no Vale do Paraíba.

Cachoeira de Santo Izidro: Situada a 1,5 km da entrada principal do Parque (45 minutos de caminhada), é a cachoeira mais próxima da sede na região serrana. Após cruzar o primeiro rio, caminha-se mais 10 minutos até chegar a uma entrada à esquerda, que leva até a cachoeira. A queda tem cerca de 70 metros e possui um poço para banho.

Cachoeira das Posses tem acesso pela portaria do parque em São José do Barreiro, a aproximadamente 8 km de distância, percorridos em 3 horas e meia de caminhada por uma estrada não pavimentada a partir da qual se acessa uma trilha de cerca de 200m até a cachoeira. É um ótimo local para banho. Possui uma queda de aproximadamente 40m de altura.

Cachoeira do Veado: Fica a 26,9 km da portaria principal do Parque e é a mais famosa sendo parada obrigatória para visitantes que fazem a Trilha do Ouro. Consiste em duas quedas de mais de 100 metros e fica a dois dias de caminhada, pela Trilha do Ouro, num dos locais mais preservados do Parque.

A Pedra da Macela, a 1.840m de altitude e abrigando 360 graus de visada, é o mais relevante dentre os mirantes do Parna da Serra da Bocaina. Embora ela esteja localizada no município de Paraty/RJ seu acesso é por Cunha/SP.

O acesso se dá por estrada de terra por aproximadamente 5km, a partir da estrada SP 171 – Km 65,5, até chegar a uma porteira onde o acesso se dá a pé por uma estrada pavimentada de aproximadamente 2,5km de subida íngreme.

A contemplação da paisagem exuberante do local, tirando o máximo de proveito da interação serra e mar, diferencial ímpar do Parque Nacional da Serra da Bocaina, compensa as quase duas horas de caminhada morro acima. De outro ponto do mirante é possível apreciar boa parte do Vale do Paraíba.

Litoral

Também chamada “parte baixa”, tem como destaque as praias do Meio e da Caixa D’Aço, além de uma piscina natural, todas emolduradas pelo verde da Mata Atlântica. O acesso ocorre por Paraty.

 

Gostou do conteúdo, compartilhe agora mesmo!

Leia também

Veja também