20/05/2024 06:23

Atleta de Ubatuba é pódio durante corrida na Patagônia

Foto: Reprodução

Jéssica dos Reis, uma corredora de 32 anos de Ubatuba, destacou-se durante o circuito de corridas de montanha ao participar do renomado “Patagonia Run”, na Argentina. Apesar das temperaturas negativas, com sensação térmica de -10°, a atleta demonstrou perseverança e conquistou a medalha de prata na categoria de 30 a 39 anos e o oitavo lugar geral na corrida de 21 km para mulheres.

“Ao cruzar a linha de chegada, misturei lágrimas de alegria com suor congelado. Foi mais do que uma conquista esportiva. Foi uma superação pessoal”, emocionou-se a atleta.

Desde a infância, Jéssica já demonstrava sua paixão pelo esporte ao competir em eventos escolares e regionais. Contudo, aos 15 anos, começou a trabalhar em período integral, o que limitou seu tempo para treinar e competir regularmente. Sua jornada nas corridas foi retomada aos 20 anos, quando seu marido a encorajou a voltar a correr. Assim, Jéssica retornou às pistas, começando com provas de 5 km e progredindo gradualmente para distâncias maiores, como os desafiadores 21 km.

Em 2016, sua paixão pelas corridas a levou às trilhas de montanha, onde ela se apaixonou pelo ambiente desafiador e natural. Desde então, Jéssica nunca mais voltou ao asfalto, acumulando uma história de 12 anos no mundo das corridas.

Apesar dos desafios, como uma lesão no tendão tibial posterior esquerdo que a afetou a apenas 45 dias da prova na Patagônia, Jéssica perseverou. Com o tratamento adequado e muita determinação, ela conseguiu se recuperar a tempo para o evento, não apenas participando da corrida, mas também realizando seu sonho de conhecer a neve.

Além de suas conquistas na Patagônia, Jéssica também representou o Brasil no Mundial no Havaí em 2019 e acumulou mais de 60 provas em todo o país, incluindo desafios como La Mision, Indomit e UTMB Brazil.

Atualmente Jéssica se prepara para sua primeira maratona de 42 km: o Desafio 28 Praias, que ocorrerá no dia 20 de abril em Ubatuba, além de seguir em passos largos planejando novos desafios internacionais para 2025.

Gostou do conteúdo, compartilhe agora mesmo!

Leia também

Veja também