24/06/2024 17:45

Câmara faz reunião virtual com representantes da Sabesp

Em reunião virtual, nesta terça-feira (20), com a superintendência da Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo – Sabesp, os vereadores fizeram questionamentos sobre o serviço oferecido pela empresa no município e apresentaram demandas da população relacionadas à falha no fornecimento de água, coleta e tratamento de esgoto. O encontro aconteceu diretamente do plenário e foi transmitido ao vivo pela TV Câmara e pelas redes sociais do legislativo (veja ao lado video na íntegra).

A reunião foi presidida pelos vereadores Lino Bispo (PL) e Marcão da Academia (Democratas), respectivamente segundo vice-presidente e primeiro secretário da Mesa Diretora, e atendeu solicitação do líder do PL, por meio do requerimento 244/21, aprovado por unanimidade durante a 6ª sessão ordinária do ano, em fevereiro.

Também acompanharam a reunião outros 11 parlamentares: Amélia Naomi (PT), Dulce Rita (PSDB), Fabião Zagueiro (Solidariedade), Fernando Petiti (MDB) – de forma virtual – Júnior da Farmácia (PSL), Juliana Fraga (PT), Milton Vieira Filho (Republicanos), Rafael Pascucci (PTB), Renato Santiago (PSDB), Roberto Chagas (PL) e Zé Luís (PSD).

Os questionamentos dos vereadores foram respondidos pelo superintendente da Sabesp do Vale do Paraíba, Sérgio Bekerman, e pelo diretor distrital, José Geraldo da Fonseca Júnior. A maior parte das demandas trazidas pelos parlamentares estavam relacionadas à ocorrência de falta d’água em todas as regiões da cidade – norte, sul, leste, oeste, sudeste e central.

O grupo também citou a necessidade da construção de novos reservatórios de água, incluindo algumas obras em andamento nas regiões norte e sudeste, e de rede de esgoto nos bairros Santa Helena, Santa Hermínia e em parte da Av. Tancredo Neves, na Vila Araújo. Além da instalação de redes coletoras de água na entrada do Residencial São Francisco, e manutenção de adutoras nos bairros Chácaras Oliveiras e Vila Araújo.

Ainda foram relatados casos de descarte irregular de esgoto nos rios que passam sob as pontes Maria da Penha, na Vila Esmeralda, e Minas Gerais, em Santana, ambas na região norte; problema de mau cheiro nos bueiros do bairro Vila Ema e vazamento de esgoto em várzeas, no distrito de Eugênio de Melo e na rua Beijoeiros, no Pousada do Vale.

Houveram também solicitações para solucionar soleiras negativas (quando a calçada, em vez de ter a caída para a sarjeta, tem queda para o lado do imóvel). Outros pedidos incluíram esclarecimentos do trabalho executado pela empresa no combate ao desperdício de água e a apresentação de indicadores sobre o tratamento da água e do esgoto coletado no município.

Os representantes da Sabesp também apresentaram informes de obras em andamento no município, na ordem de R$ 25 milhões, além de projetos em andamento, como a instalação de uma empresa na cidade que utilizará insumos da própria Sabesp, como resíduos orgânicos, para a geração de energia elétrica.

A reunião na íntegra está disponível no Facebook e no Youtube do legislativo.

Gostou do conteúdo, compartilhe agora mesmo!

Leia também

Veja também