14/06/2024 20:13

CSI ajuda PRF e Polícia Civil a prender quadrilha de ladrões

Com ajuda do Sistema Inteligente do CSI (Centro de Segurança e Inteligência), policiais rodoviários federais de Guarulhos (SP) prenderam, na tarde desta quinta-feira (17), uma quadrilha suspeita de furtos em condomínios de São José dos Campos e outras cidades paulistas.

Após ter o trajeto do carro utilizado nas ações criminosas rastreado pelas novas câmeras com tecnologia de ponta e pelos Portais de Segurança, o grupo foi interceptado em trecho da via Dutra em Santa Isabel (SP), a cerca de 50 quilômetros do local em que haviam praticado um dos furtos em São José.

Três homens e duas adolescentes estavam a bordo de um veículo alugado poucas horas antes. No interior do carro foram encontradas e recuperadas bolsas com joias, relógios, computadores, celulares e outros bens que a Polícia Civil confirmou que haviam sido furtados.

A quadrilha estava sendo monitorada pela Polícia Civil de São José, que avisou a PRF (Polícia Rodoviária Federal) para identificar e apreender o veículo e seus ocupantes quando passassem pelo trecho da Dutra na cidade. Ao perceberem pela minicentral do CSI disponibilizada pela Prefeitura que o carro já estava distante de São José, foi solicitado o apoio da PRF de Guarulhos.

Prisões

Os suspeitos foram levados à Deic (Divisão Especializada de Investigações Criminais) de São José, onde os homens foram autuados por furto qualificado e corrupção de menores. Eles ficaram à disposição da Justiça.

Foi lavrado ainda ato infracional equiparado a furto qualificado para as adolescentes, que ficaram à disposição do Conselho Tutelar.

Minicentrais do CSI

Foi mais uma ação bem-sucedida da integração de forças propiciada pelo programa São José Unida, criado pela Prefeitura em 2017 para evitar a violência e reduzir os índices de criminalidade.

Com o objetivo de agilizar as investigações e as soluções de crimes, a Prefeitura disponibilizou minicentrais do CSI para as forças de segurança instalarem em suas sedes, o que permite o monitoramento das imagens em tempo real e o acesso ao armazenamento das gravações.

O sistema integrado foi implementado na Guarda Civil Municipal, Polícia Militar, Polícia Civil, Polícia Federal, Polícia Rodoviária Federal e unidades estratégicas da Prefeitura.

“Este é um caso característico de que, se não fossem as minicentrais que a Prefeitura disponibilizou às forças de segurança, a Polícia Rodoviária Federal e a Polícia Civil não teriam conseguido prender a quadrilha e recuperar o carro e os bens furtados”, afirmou o inspetor Fábio Teodoro, chefe da Delegacia da Polícia Rodoviária Federal em São José.

“Sem o CSI, não teríamos sucesso na prisão desta quadrilha. Mais uma vez o sistema implantado pela Prefeitura foi fundamental para a realização do nosso trabalho e para darmos resposta rápida e eficiente à população”, afirmou o delegado titular da Deic (Divisão Especializada de Investigações Criminais) de São José, Múcio Mattos Monteiro de Alvarenga.

Mais segurança

O CSI iniciou suas atividades em abril último com a instalação de mil câmeras com reconhecimento facial e tecnologia de ponta em todo o município.

A implantação do CSI e das novas câmeras câmeras e o fortalecimento do programa São José Unida integram o Plano de Gestão 2021-2024.

São José também possui um sistema inovador, inteligente e integrado de monitoramento do trânsito e de segurança pública com radares e câmeras com tecnologia OCR (leitura de placas) em todas as regiões do município.

Além da fiscalização do trânsito, esses portais de segurança com tecnologia OCR permitem, por exemplo, a identificação de veículos furtados ou roubados por meio da leitura das placas, que registram cerca de 1 milhão de imagens por dia.

Os casos de roubos e furtos de veículos em 2020 tiveram redução de 68% e 58%, respectivamente, na comparação com o ano de 2016, antes da implantação do programa São José Unida.

Gostou do conteúdo, compartilhe agora mesmo!

Leia também

Veja também