25/05/2024 10:42

CSI amplia monitoramento em São José

lton Ferreira monitora focos de queimadas e incêndios. Ao seu lado, Mike Fernandes rastreia os locais onde há maior incidência de pessoas em situação de rua. Ao mesmo tempo, Roni Rodrigues observa imagens de obras nas vias públicas para identificar se são necessárias alterações rápidas nos tempos dos semáforos e desvios para garantir mais fluidez ao tráfico.

Todas estas ações simultâneas realizadas 24 horas por dia para aprimorar, ainda mais, o serviço prestado à população de São José dos Campos e assegurar mais segurança, mobilidade e qualidade de vida aos munícipes e turistas são possíveis devido ao Sistema Inteligente e às mil novas câmeras com tecnologia de ponta do CSI (Centro de Segurança e Inteligência).

Em apenas quatro meses de funcionamento, a nova Central de videomonitoramento já virou referência na área de segurança pública, mas sua abrangência é muito mais ampla.

Além dos guardas civis municipais da Secretaria de Proteção ao Cidadão e policiais militares, agentes da Defesa Civil, agentes de Mobilidade Urbana e funcionários da Secretaria de Apoio Social ao Cidadão atuam no CSI, em um trabalho integrado que tem feito a diferença no dia a dia da cidade.

“O CSI nos permite um trabalho diferenciado. Ao ver nas câmeras um pequeno foco de incêndio, aciono imediatamente nossas equipes da Defesa Civil e os bombeiros. Esta agilidade impede que um pequeno foco vire um grande incêndio, ajudando a preservar vidas”, disse Élton César Ferreira, que tem 50 anos e atua na Defesa Civil há 21.

Mais mobilidade

Agilidade e eficiência também são fundamentais no trabalho dos agentes de Mobilidade Urbana, que do CSI monitoram em tempo real o trânsito em toda a cidade.

“As câmeras nos permitem observar, ao mesmo tempo, diversas situações do trânsito. Com isto, avisamos as equipes que estão nas ruas as vias onde o tráfego está mais intenso devido a obras ou acidentes”, afirmou o agente de Mobilidade Urbana Roni Rodrigues, que tem 44 anos e trabalha há 18 na pasta.

“Com estas informações, conseguimos mudar tempos de semáforos ou realizar desvios que garantirão a fluidez do tráfego. Isto vale para os carros e também para os ônibus. Agora com a volta às aulas e o consequente aumento do tráfego, este trabalho ganha ainda mais importância”, completou.

Agentes de Mobilidade observam imagens: mais agilidade e eficiência

Apoio social

Há um ano e meio na Secretaria de Apoio Social ao Cidadão, o educador social Mike Fernandes, 26 anos, considera que o CSI tem feito diferença no trabalho das equipes que realizam rondas sociais em toda as regiões de São José.

“Com o tempo mais frio, temos ampliado as rondas sociais para ajudar, ainda mais, a população em situação de rua. As novas câmeras e a tecnologia inteligente do CSI têm contribuído bastante com este trabalho, já que nos permitem identificar rapidamente os locais com maior incidência destas pessoas para fazermos as abordagens”, disse Fernandes.

Mais segurança

CSI  conta com mil novas câmeras inteligentes espalhadas por toda a cidade. Implantado em 6 de abril último, já virou referência para forças de segurança e prefeituras da RMVale (Região Metropolitana do Vale do Paraíba, Litoral Norte e Serra da Mantiqueira), de São Paulo e de outros estados brasileiros.

A Prefeitura disponibilizou minicentrais para as forças de segurança instalarem em suas sedes, o que permite o monitoramento das imagens em tempo real e o acesso ao armazenamento das gravações. Esta ação integrada tem contribuído para garantir mais agilidade e eficiência nas investigações e soluções de homicídios, furtos e roubos de veículos, entre outros crimes.

A implantação do CSI e a instalação das novas câmeras integram o Plano de Gestão 2021-2024 e as ações do programa São José Unida, que tem como objetivo evitar a violência e reduzir os índices de criminalidade, o que tem acontecido de forma constante e progressiva desde 2019.

Gostou do conteúdo, compartilhe agora mesmo!

Leia também

Veja também