18/07/2024 02:05

CSI de São José vira referência

Com apenas cinco meses de funcionamento, o CSI (Centro de Segurança e Inteligência) se transformou em referência nacional em tecnologia em videomonitoramento e segurança e tem atraído lideranças de cidades paulistas e de outros estados.

Nesta terça-feira (14), o secretário de Estado da Segurança e da Defesa Social da Paraíba, Jean Francisco Bezerra Nunes, visitou as instalações do moderno centro no Parque Tecnológico, na região leste de São José dos Campos. Ele estava acompanhado pelo gerente de Tecnologia da Informação da secretaria, Fabiano Vieira.

Desde a inauguração, já estiveram no CSI mais de 40 comitivas de lideranças políticas, comunitárias e de segurança pública da RMVale (Região Metropolitana do Vale do Paraíba, Litoral Norte e Serra da Mantiqueira) e de cidades de São Paulo e de outros estados, como Minas Gerais e Rio de Janeiro.

“Nós do governo do Estado da Paraíba estamos implantando um sistema de videomonitoramento e centro de comando integrado das cidades do nosso Estado. Começamos a buscar informações e ficamos sabendo da excelência do CSI de São José”, afirmou Nunes.

“Estamos conhecendo as melhores experiências do Brasil e o CSI é referência para todos nós. Por isto viemos fazer esta visita para aprender como funciona um sistema moderno como este na prática. Queremos usar esta experiência de São José para sermos assertivos e eficientes no sistema que estamos implantando”, completou.

Sistema integrado com respostas rápidas e eficientes chamou atenção

Mais segurança

CSI foi implantado pela Prefeitura em 6 de abril último e conta com 1.000 novas câmeras inteligentes espalhadas por toda a cidade.

A Prefeitura disponibilizou minicentrais do CSI para as forças de segurança instalarem em suas sedes, o que têm contribuído nas investigações e soluções de homicídios, furtos e roubos de veículos, entre outros crimes.

A implantação do CSI e a instalação das novas câmeras integram o Plano de Gestão 2021-2024 e as ações do programa São José Unida, que tem como objetivo evitar a violência e reduzir os índices de criminalidade, o que tem acontecido de forma constante e progressiva desde 2019.

Na Paraíba, Estado vai implantar 1.600 câmeras nos municípios

Veja também