20/05/2024 06:44

Inovação e educação caminham juntas em São José dos Campos

inovação

A inovação chegou mais cedo e sem fazer barulho. Esperados para dezembro, os VLPs que percorrerão a Linha Verde em breve, já estão na cidade. A caravana de 12 Veículos Leves sobre Pneus articulados e 100% elétricos chegou às 9h30 deste domingo, passou pelo Arco da Inovação e outras importantes vias da cidade.

Entregues pela BYD, empresa que venceu a licitação para a produção dos veículos, em breve eles irão compor a frota do novo transporte público de São José.

Com última tecnologia e inovação, os modernos VLP’s comprados pela Prefeitura, o sistema de mobilidade da cidade nunca mais será o mesmo. Eles têm propulsão elétrica, não emitem gases nocivos, são mais econômicos, com menor custo de manutenção e melhor desempenho.

Os VLPs de São José têm o primeiro sistema urbano de inovação de transporte público do país com tecnologias de biossegurança, exigidas pela Prefeitura no projeto –um sistema UV-C de desinfecção do ar instalado no ar-condicionado, acabamento com aditivos antimicrobianos nas poltronas, balaústres e pega-mãos.

inovação

Conforto

O conforto é uma das características do VLP. As poltronas são estofadas com apoio de cabeça e entradas USB. Cada veículos tem capacidade para 168 passageiros, com acesso e espaços para cadeirantes.

As portas contam com vão livre nos conceitos widedoor e slidedoor, facilitando o embarque e desembarque de passageiros, além de um sistema que evita que elas fechem quando há qualquer movimento próximo.

Para maior segurança dos usuários, os veículos têm seis câmeras de alta definição, duas delas com infravermelho.

inovação

Autonomia

O VLP tem 22 metros de comprimento, baterias de fosfato ferro lítio, com autonomia de até 250 km com uma carga completa de três horas. A iluminação externa terá faróis em full led.

Os espelhos retrovisores foram substituídos por duas câmeras de alta definição, que cobrem um campo de visão maior e permitem que o motorista vejam pontos cegos e tenha facilidade de manobra, aumentando a segurança no trânsito.

Em março, mais de um milhão de pessoas conheceram o VLP em São José, quando o modelo esteve na cidade para visitação e em tour virtual.

inovação

inovação em São Francisco com Polo Virtual da Univesp

O distrito de São Francisco Xavier deve ganhar nos próximos meses um polo virtual da Univesp (Universidade Virtual do Estado de São Paulo) com vagas para os eixos de Licenciatura e Computação.

Os documentos, como plano de trabalho e o acordo de cooperação, já foram enviados para análise ao Governo de São Paulo. A proposta da Prefeitura é que a escola municipal Mercedes Rachid Edwards funcione como sede do novo polo. A criação do novo polo no distrito de São Francisco Xavier faz parte do Plano de Gestão 2021/24.

O município também se dispõe a oferecer recursos humanos, equipamentos de informática e infraestrutura para receber a expansão.

Apesar de as aulas acontecerem de maneira virtual, é necessário disponibilizar estrutura física em apoio aos estudantes, como salas de aula, biblioteca, laboratório de informática, entre outros.

A expectativa é que o processo seja concluído até janeiro de 2022 e o polo de São Francisco Xavier já ofereça vagas a partir do vestibular que ocorre em abril do mesmo ano.

São José já possui dois polos virtuais da Univesp em funcionamento no Parque Tecnológico e outro no Cefe (Centro de Formação do Educador), na região norte.

Ambos ofereceram um total de 128 vagas no vestibular deste ano, em cursos como licenciatura em Matemática e Pedagogia e bacharel em Tecnologia da Informação, em Ciências de Dados e em Engenharia da Computação. Todos os cursos são gratuitos e têm duração entre 4 e 5 anos.

Univesp

A Universidade Virtual do Estado de São Paulo é uma instituição de ensino superior, exclusivamente de educação à distância, criada pela Lei 14.836, de julho de 2012, mantida pelo Governo do Estado de São Paulo e vinculada à Secretaria de Desenvolvimento Econômico.

Atualmente, a Univesp totaliza 374 polos, em 325 municípios do Estado, ou seja, está presente em mais de 50% do território paulista. São mais de 50 mil alunos matriculados nos cursos de graduação e pós-graduação.

 

Gostou do conteúdo, compartilhe agora mesmo!

Leia também

Veja também