22/02/2024 13:58

Jacareí fecha 2020 como o trânsito mais seguro do Vale

Conforme medição feita pelo DETRAN-SP por meio do sistema Infosiga, Jacareí fechou o ano de 2020 com a redução de 58% do número de mortes em vias municipais, representando a maior queda dentre as cidades com mais de 100 mil habitantes do Vale do Paraíba, seguida por Pindamonhangaba e Guaratinguetá.

Na outra ponta, tiveram aumento no número de óbitos no mesmo período, as cidades de São José dos Campos, com alta de 2%, Atibaia 11% e Taubaté que aumentou em 47% os óbitos ocorridos em 2020, em comparação com o ano anterior.

Criado com a missão de mobilizar a sociedade civil sobre as questões ligadas a segurança viária e aos acidentes e mortes no trânsito, o sistema Infosiga monitora mensalmente todos os 645 municípios do estado de São Paulo. A ferramenta compila e projeta geograficamente as informações de acidentes geradas por diversos órgãos oficiais, como SAMU, Bombeiros, Polícia Civil, Polícia Militar e Polícias Rodoviárias Estadual e Federal.

Analisando os dados de Jacareí, apurou-se a queda de 19 óbitos registrados em 2019 para apenas 8 mortes em 2020. Dentre os modais com maior número de eventos fatais constatou-se a motocicleta com maior incidência, com seis perdas de vidas, evidenciando o grande aumento do número de entregas delivery com o uso deste modal por conta das restrições sanitárias durante a pandemia, esta constatação reforça a importância de se aumentar as ações direcionadas para este seguimento, bastante marcado pela informalidade e prática de manobras perigosas por alguns de seus jovens condutores em sua maioria, constatadas diariamente nas ruas da região.

“Esse resultado positivo é fruto de um conjunto de ações que formam o Plano Municipal de Segurança Viária em execução desde 2017. A vida é o bem maior de todos nós, conseguir proteger nossos cidadãos dos riscos diários do trânsito é o nosso dever maior, que conforme constatou o DETRAN-SP estamos cumprindo fielmente aqui em Jacareí”, ressaltou Edinho Guedes, Secretário de Mobilidade Urbana da cidade.

Sobre o tema, um estudo realizado pelo Ministério dos Transportes, Portos e Aviação constatou que em 53,7% dos casos de acidentes de trânsito, têm como principal causa a falha humana por imprudência dos motoristas.

Gostou do conteúdo, compartilhe agora mesmo!

Leia também

Veja também