14/06/2024 18:11

Leis municipais destacam a conscientização sobre a esquizofrenia

Neste mês de maio, a Câmara de São José dos Campos realiza uma campanha de conscientização contra o preconceito à esquizofrenia, um transtorno mental grave que atinge cerca de 1% da população. Na maioria dos casos, os sintomas incluem delírios e alucinações e a manifestação ocorre durante a juventude, dos 15 aos 35 anos. A lei municipal nº 10.072/19, proposta pelo vereador Robertinho da Padaria (Cidadania), incluiu no calendário oficial da cidade o Dia de Conscientização sobre a Esquizofrenia, em 24 de maio.

A falta de informação sobre o transtorno gera uma série de equívocos em relação ao comportamento dos pacientes, considerados por muitos como perigosos, violentos e inaptos para o convívio, reduzindo as chances de inserção social e profissional, em razão do preconceito. A conscientização busca discutir a saúde mental, reduzir a discriminação e criar oportunidades de acolhimento.

Outra lei aprovada na Câmara sobre o tema, de número 10.079/20, também de autoria do vereador Robertinho da Padaria, autoriza a prefeitura a criar no município o Programa de Apoio às Pessoas com Esquizofrenia e seus familiares. A pessoa com esquizofrenia pode se tornar incapaz de avaliar seu próprio comportamento. Nesse caso, cabe às pessoas próximas ao paciente observar os sintomas e procurar ajuda médica.

Embora não exista cura para a esquizofrenia, muitas pessoas com essa doença podem levar uma vida produtiva e satisfatória com o tratamento adequado que costuma ser necessário por toda a vida e geralmente envolve uma combinação de medicamentos, psicoterapia e serviços de cuidados especializados.

Gostou do conteúdo, compartilhe agora mesmo!

Leia também

Veja também