17/07/2024 08:13

No mês que celebra a Consciência Negra, Secretaria de Assistência Social de Jacareí promove diversas ações para a população

Foto: PMJ

Jacareí, por meio da Secretaria de Assistência Social (SAS), realiza durante todo o mês de novembro ações alusivas à Consciência Negra. As atividades tiveram início no da 8, quando foi realizado um encontro no CRAS (Centro de Referência de Assistência Social) da região Sul, com o objetivo de apresentar aos usuários a Secretaria de Assistência Social como um Serviço de garantia de direitos, isso dentro da perspectiva da autovalorização.

Os Serviços de Convivência e Fortalecimento de Vínculos (SCFV) e o Serviço de Proteção e Atendimento Integral à Família (PAIF) trataram dessas questões durante o ano inteiro. A SAS considera de extrema importância falar diretamente com o público que ainda não possui o conhecimento dos direitos de cidadania. Os temas sobre garantia de direitos foram amplamente refletidos nos grupos, para que conhecessem os atores por trás de cada um dos serviços da assistência social.

O assunto teve início com a importância de encontros como esse, e uma reflexão sobre a história da população negra no Brasil. Foi falado sobre a herança para os povos atuais e encerrou com o porquê do dia 20 de novembro. A ocasião foi marcada por várias trocas de experiências e atividades.

“Nós, dentro da Assistência Social, trabalhamos muito a garantia dos direitos sociais, sobretudo, o direito ao acesso à informação. Realizar os debates e atividades sobre a consciência negra é jogar luz sobre a equidade”, diz a secretária de Assistência Social, Patricia Juliani.

No Centro de Convivência de Idosos Viva Vida a discussão sobre Consciência Negra foi no dia 13, durante a oficina Vivamente. Os idosos assistiram a filmes e materiais de campanha sobre o tema para abrirem o debate.

PAIF

A ação está alinhada ao PAIF, que é um dos principais serviços ofertados na rede de proteção da Assistência Social (AS). O serviço é destinado ao trabalho social com famílias e tem a finalidade de fortalecer os vínculos familiares e comunitários por meio de ações preventivas.

Consciência Negra

Celebrado desde a década de 1960 e reivindicado por grupos militantes principalmente a partir dos anos 1970, que buscavam disseminar a importante descoberta histórica sobre a data de morte de Zumbi dos Palmares, o dia 20 de novembro marca o Dia da Consciência Negra no Brasil.

A data entrou oficialmente no calendário escolar em 2003 mas somente em 2011, graças às lutas de movimentos sociais, foi instituída em todo o país pela Lei n.º 12.519. Apesar de não ser um feriado nacional, alguns estados e municípios a adotaram como sendo.

Neste ano, o governo do Estado de São Paulo decretou que o dia 20 de novembro é feriado.

Veja também