18/07/2024 01:40

Projeto prevê conversão de multas aplicadas na pandemia em doação de cestas básicas

Está em tramitação na Câmara o PL 99/21, de autoria do vereador Zé Luís (PSD) que autoriza a prefeitura a converter as multas aplicadas por infração aos decretos municipais sobre a Covid-19 em doação de cestas básicas para o Fundo Social de Solidariedade. A regra não se aplica em caso de multas em reincidência.

De acordo com o parlamentar, a medida vai permitir que os alimentos sejam entregues às famílias de baixa renda da cidade e garantir alívio nas contas dos empresários. “Ao comprar as cestas para doação o valor pode ser parcelado, o que não é permitido hoje com as multas aplicadas, já que o pagamento precisa ser à vista”, afirmou.

“É uma forma de ajudar o comerciante a equilibrar o orçamento e às famílias que estão passando por problemas financeiros, sem dinheiro até para conseguir comprar o básico para sobreviver”, explicou o vereador. “Com o valor de apenas uma multa, é possível alimentar muita gente”.

O projeto prevê que a data de vencimento da obrigação seja a mesma prevista para o pagamento da multa e que os produtos que integram a cesta básica devem ter prazo de validade de no mínimo seis meses. O Fundo Municipal de Solidariedade ficará responsável pela distribuição dos alimentos, seguindo critérios sociais definidos pela própria municipalidade.

O PL foi lido na 11ª sessão deste ano, em fevereiro, e já recebeu parecer favorável das comissões de Justiça, Economia e Educação, estando apto para entrar na pauta de votação a qualquer momento.

Veja também