18/05/2024 10:34

São José tem 140 vagas para o Programa Bolsa Trabalho

São José dos Campos está oferecendo 140 vagas dentro do Programa Bolsa Trabalho, que prevê o pagamento de um auxílio mensal de R$ 535 durante cinco meses para os beneficiários.

O programa foi lançado pelo Governo de São Paulo na semana passada e também vai oferecer cursos de qualificação virtual e seguro de acidentes. As atividades de trabalho serão feitas em órgãos públicos por quatro horas diárias, cinco dias por semana.

As inscrições para o Bolsa Trabalho começam nesta terça (24) e vão até a próxima segunda-feira (30). Serão feitas acessando exclusivamente o site Bolsa do Povo, na área Bolsa Trabalho.

Para participar, é necessário ter no mínimo 18 anos, ser morador de São José dos Campos, residir no Estado de São Paulo há pelo menos dois anos, estar desempregado e ter renda familiar de até R$ 550 por pessoa (equivalente a meio salário mínimo).

A seleção ocorrerá até o próximo dia 4 de setembro e a convocação será feita por meio de publicação no Diário Oficial entre os dias 8 e 10 de setembro. Os participantes iniciarão suas atividades no dia 15 de setembro.

A seleção será feita conforme parâmetros do questionário socioeconômico, com priorizações de mulheres que são arrimos de família, maiores encargos familiares, tempo de desemprego e maior idade.

O Bolsa Trabalho está sendo oferecido pela Secretaria de Inovação e Desenvolvimento Econômico de São José, através do Departamento de Apoio e Qualificação ao Trabalhador.

O Programa

O Bolsa-Trabalho tem como objetivo proporcionar ocupação, qualificação profissional e renda aos cidadãos em situação de vulnerabilidade social, residentes no Estado de São Paulo.

Benefícios

A duração é de cinco meses e atenderá cidadãos desempregados com bolsa-auxílio de R$ 535, além de curso de qualificação virtual, seguro de acidentes e atividades de trabalho em órgãos públicos por quatro horas diárias, cinco dias por semana.

Para participar é necessário

  • Ser maior de 18 anos
  • Estar desempregado
  • Morador do Estado de SP há mais de 2 anos
  • Renda per capita menor do que meio salário mínimo
  • Apenas um beneficiário por núcleo familiar.

Gostou do conteúdo, compartilhe agora mesmo!

Leia também

Veja também