12/04/2024 15:24

São José Unida em ação na cidade, Prefeitura prega respeito aos idosos

São José Unida

Operação conjunta do programa São José Unida realizada nesta quinta-feira (7) pela Polícia Civil, com o apoio da GCM (Guarda Civil Municipal), resultou na prisão de seis suspeitos e na apreensão de um menor na comunidade Santa Cruz, na região central de São José dos Campos.

Foram cumpridos 14 mandados de busca e apreensão e 7 mandados de prisão temporária em 14 residências da comunidade para detenção de participantes dos atos criminosos da noite do último dia 13 de setembro na região central.

A operação conjunta São José Unida, que teve início às 5h e durou nove horas, contou com a participação de 40 policiais civis, 20 guardas civis municipais, 14 viaturas da Polícia Civil, 8 motos da GCM e 3 viaturas da GCM, além da utilização de 2 drones.

As imagens flagradas pelo CSI (Centro de Segurança e Inteligência) da Prefeitura das ações criminosas de 13 de setembro foram fundamentais nas investigações da Polícia Civil para identificar os suspeitos que foram alvos dos mandados de prisão, busca e apreensão.

O programa São José Unida foi criado pela Prefeitura em 2017 e reúne as forças de segurança com o objetivo de evitar a violência e reduzir os índices de criminalidade, o que tem acontecido de forma constante e progressiva desde 2019.

Prisões

No programa São José Unida foram presos três suspeitos, que foram indiciados pelos crimes de roubo qualificado, dano qualificado (entre as qualificadoras estão depredação do patrimônio público, ameaça física a munícipes e incendiar carros) e associação para o crime. Eles ficarão presos temporariamente por 30 dias, prazo que pode ser prorrogado por mais 30 dias.

Destes três, um foi identificado como o mentor dos crimes do dia 13 e outro participou da invasão à Secretaria de Manutenção da Cidade.

Os outros três estavam nas residências da comunidade Santa Cruz e, durante o cumprimento dos mandados de busca e apreensão, foram detidos por crimes diversos, como tráfico de drogas. Um deles era foragido da Justiça.

A megaoperação também teve a apreensão de um menor por posse de entorpecentes. Ele prestou depoimento e foi liberado em seguida.

Durante os atos criminosos do último dia 13, a Polícia Civil identificou 10 casos de roubo qualificado e outros 3 por dano qualificado, entre outros crimes.

São José Unida

União de forças

Segundo o delegado titular da Deic (Divisão Especializada de Investigações Criminais) de São José, Múcio Mattos Monteiro de Alvarenga, as investigações terão continuidade com o objetivo de prender os demais suspeitos identificados pelas câmeras do CSI.

“Esta operação de hoje do programa São Unida foi uma pronta resposta para os cidadãos de bem de nossa cidade e um aviso de que aqui os atos criminosos são punidos. As câmeras do CSI foram fundamentais para nosso trabalho e auxiliarão também o Ministério Público e a Justiça durante os processos”, disse Múcio.

“A Guarda Civil Municipal também foi sensacional, nos ajudando muito na operação de hoje. A GCM e a Prefeitura são nossas parceiras do dia a dia. Também quero enaltecer o trabalho da Polícia Militar, realizado desde 13 de setembro, quando ocorreram estes atos criminosos”, completou.

Operações preventivas

No dia 13 de setembro, a Polícia Militar e a Guarda Civil Municipal foram para as ruas logo após o início dos atos criminosos.

Com agilidade e eficiência, restabeleceram a ordem pública, impedindo o agravamento da situação e contribuindo para que não houvesse vítimas fatais nem feridos.

A partir do dia 13, a Polícia Militar intensificou as operações preventivas em toda a região central para manutenção da ordem pública, evitando a repetição de atos criminosos orquestrados.

Prefeitura chama a atenção para respeito com idosos

A Prefeitura de São José dos Campos, por meio das secretarias de Apoio Social ao Cidadão e Mobilidade Urbana, realizou nesta quinta-feira (7) uma ação educativa para incentivar o respeito dos condutores à travessia de idosos em faixas de pedestre não semaforizadas. A atividade integra as campanhas “Cada olhar, uma história” e “Sinal de Gentileza”.

A ação aconteceu em uma faixa de pedestre da avenida Rui Barbosa, em Santana, região norte da cidade. No local, uma agente da mobilidade e uma profissional da Sasc realizaram uma abordagem incentivando os condutores a pararem para a travessia dos pedestres e com a entrega de um material educativo sobre os cuidados e respeitos que os idosos merecem.

Na campanha Cada olhar, uma história, são destacadas as várias formas de velhices, com as particularidades de cada pessoa e o respeito que devemos ter para com os idosos, em respeito ao artigo 8º do Estatuto do Idoso, que traz que o envelhecimento é um direito personalíssimo e a sua proteção um direito social.

 

 

Gostou do conteúdo, compartilhe agora mesmo!

Leia também

Veja também