20/05/2024 06:32

Segunda dose da vacina: o efeito de se tomar fora do prazo

Coronavac e Astrazeneca. São estas as vacinas que estão sendo aplicadas pelo SUS que necessitam de uma segunda dosagem, o reforço, que as fabricantes recomendam que sejam reaplicadas na população em um período estabelecido. Para a Coronavac, a Sinovac recomenda de 14 a 28 dias; já para a vacina de Oxford, são 90 dias.

Porém, existem casos de pessoas que receberam a segunda dose da Coronavac depois do período validado pela fabricante. O que acontece se a vacina for aplicada fora do prazo?

Em vídeo exclusivo ao portal Trânsito Aberto, o ex-secretário de Saúde de São José dos Campos e atual diretor técnico da Santa Casa, Dr. Danilo Stanzani, responde sobre a importância de tomar a segunda dose das vacinas aplicadas pelo SUS dentro do prazo indicado.

 

Gostou do conteúdo, compartilhe agora mesmo!

Leia também

Veja também