20/05/2024 05:14

Sistema Inteligente ajuda Polícia na prisão de quadrilha

Com a ajuda do programa São José Unida, do sistema inteligente de videomonitoramento e dos portais de segurança, a Polícia Civil de São José dos Campos prendeu, na manhã desta terça-feira (18), cinco integrantes de uma quadrilha que atua na região norte e é suspeita de ter cometido homicídio em outubro do ano passado.

Três deles foram detidos em condomínios de alto padrão na região central, um na região norte e outro na região sul.

O grupo responderá por homicídio e é suspeito de ter cometido e de ter ordenado a realização de diversos crimes na região norte nos últimos anos. Entre eles, a tentativa de furto de nova câmera inteligente do CSI (Centro de Segurança e Inteligência) em 10 de abril último na Vila Machado, também na zona norte.

“Prendemos esta quadrilha através de nosso trabalho de investigação e com a ajuda dos Portais de Segurança implantados pela Prefeitura. É uma boa notícia para a população, já que este grupo estava cometendo vários crimes na região norte”, disse o delegado titular da 3ª Delegacia de Polícia de Investigações sobre Homicídios de São José, Neimar Camargo Mendes.

Com a união das forças de segurança implementada através do programa São José Unida, São José é considerada a cidade mais segura do Brasil. Entre as 49 com mais de 500 mil habitantes, registrou em 2020 a menor taxa de mortes violentas (homicídios + latrocínios) a cada 100 mil habitantes.

CSI

Colocado em operação em 6 de abril último, o CSI (Centro de Segurança e Inteligência) já virou referência nacional em tecnologia de ponta nas áreas de segurança integrada, mobilidade urbana e videomonitoramento com sistema inteligente em todas as regiões da cidade.

Em menos de dois meses de atuação, o sistema tem ajudado as forças de segurança nas investigações de diversos crimes, como homicídios e furtos e roubos de veículos e bens do patrimônio público.

Além das mil câmeras inteligentes e com reconhecimento facial, o CSI é integrado pelos Portais de Segurança implantados em todas as regiões com tecnologia OCR, que permite a identificação de veículos furtados ou roubados por meio da leitura das placas e registram cerca de 1 milhão de imagens por dia.

“Gostamos muito do que vimos no CSI. A Prefeitura está de parabéns por esta vanguarda, principalmente na questão do sistema integrado. Pretendemos desenvolver um modelo parecido em nossa cidade”, disse o secretário de Segurança, Trânsito e Transportes Públicos de Nova Lima (MG), Carlos Eduardo Rodrigues Leite.

Ele e representantes das guardas civis municipais de Nova Lima e Contagem (MG) visitaram o CSI nesta terça. No dia anterior, foi a vez do secretário de Segurança de Taubaté, capitão Carlos Alberto de Souza.

 

Gostou do conteúdo, compartilhe agora mesmo!

Leia também

Veja também