25/05/2024 11:16

Taxa elevada de ocupação em UTI mantém São José na fase vermelha

São José dos Campos permanece na fase vermelha do Plano São Paulo, a estratégia do Governo do Estado para enfrentamento da pandemia de covid-19. A decisão de manter as restrições às atividades econômicas e sociais tem como principais motivos a alta taxa de ocupação de leitos de UTI em hospitalares, além do grande número de óbitos notificados na chamada segunda onda da doença, que teve crescimento nos primeiros dias do ano.
Nesta sexta-feira (29), a taxa de ocupação de leitos específicos para covid em UTI está em 76,8%, considerando as redes pública e particular. Para poder voltar à fase laranja, seria necessário ter um percentual máximo de 75%.
Com o fluxo intenso de pacientes, os hospitais privados chegaram a bater no teto do número de leitos disponíveis. No Hospital Municipal, que é o maior da cidade e atende a rede SUS – incluindo cidadãos de outros municípios –, a situação também ficou preocupante, com crescimento das médias de internados novos (9 pessoas por dia) e tempo de hospitalização (cerca de 17 dias).
Além disso, os profissionais de saúde e outras áreas de atendimento aos pacientes passaram a ficar sobrecarregados, causando cansaço físico e emocional, principalmente devido às mortes que não puderam ser evitadas. Tal desgaste poderia levar ao risco de diminuir os recursos humanos para cuidar dos enfermos e causar colapso no sistema.
Após o início da fase vermelha e com outras ações tomadas pela Prefeitura, como a ampliação de leitos no Hospital Municipal e a compra de 50 mil testes rápidos de antígeno, a situação foi estabilizada, chegando a ocorrer quedas em alguns índices críticos. Também houve queda no índice de transmissão, porém o entendimento do Comitê Municipal de Enfrentamento ao Coronavírus, que chancelou a medida, é que será preciso haver uma melhora no cenário epidemiológico para o retorno do funcionamento das atividades com atendimento presencial.
A Prefeitura ressalta a importância do engajamento da população para conter a pandemia. Mantenha as medidas de higiene, lave sempre as mãos e use máscaras em locais públicos.

Abre
• Supermercados, açougues e padarias
• Farmácias, drogarias e óticas
• Postos de combustíveis e oficinas
• Restaurantes e lanchonetes (somente delivery)
• Hotéis, lavanderias e pet shops
• Lojas de materiais de construção
• Bancos, igrejas e clínicas médicas
• Transporte público
• Parques
• Escolas (35% de capacidade)
• Atividades industriais
• Lojas de conveniência (proibido vender bebida alcoólica das 20h até as 6h

Fecha
• Shoppings
• Comércio em geral
• Bares, restaurantes e lanchonetes
• Parques aquáticos e piscinas de clubes
• Academias e centros de ginástica
• Academias ao ar livre
• Cinemas e atividades culturais
• Salões de beleza e barbearias
• Serviços em geral

Uma das medidas para organizar o atendimento, foi a aplicação dos testes rápidos, que tornou ágil o resultado – Foto: Claudio Vieira/PMSJC

 

Gostou do conteúdo, compartilhe agora mesmo!

Leia também

Veja também