13/04/2024 13:14

“Vamos enfrentar as duas piores semanas da pandemia desde o primeiro caso de Covid-19 no Brasil”, disse Doria

João Doria - Vacina

O Vale do Paraíba e região bragantina vão regredir à fase vermelha do Plano São Paulo. A fase é a mais restritiva do plano de flexibilização, em que apenas serviços essenciais podem funcionar. A medida entra em vigor na primeira hora do próximo sábado (6) e deve permanecer até o dia 19 de março.

A reclassificação foi anunciada nesta quarta-feira (3) pelo governador João Doria (PSDB), que colocou todas as regiões de São Paulo na fase mais restritiva, diante do aumento nos índices de casos, internações e mortes no Estado.

Também foi antecipado para as 20h início do chamado “toque de restrição”. Anunciado no final de fevereiro como complementar ao Plano SP, tinha como objetivo limitar a circulação de pessoas nas ruas das 23h às 5h.

Atualmente, o Vale e a região bragantina seguem as regras da fase laranja, considerada fase de controle. Apesar disso, Bragança Paulita já adotou a fase vermelha diante da lotação nos leitos hospitalares. Além dela, Bom Jesus dos Perdões também está na fase mais restritiva.

A imposição da fase vermelha foi adotada após São Paulo bater recorde de mortos por Covid-19 e internados com a doença. A reclassificação atende a pedido do Centro de Contingência do Coronavírus e dos prefeitos do estado, que, em reunião nesta terça, pediram ações mais efetivas para conter o avanço da doença.

A fase vermelha é a mais restritiva do Plano SP e permite o funcionamento apenas de setores essenciais da economia, como farmácias, supermercados, postos de combustível e transportes coletivos.

Na atual configuração da fase vermelha, as escolas podem continuar recebendo alunos com o limite máximo de 35% da capacidade.

Nas 39 cidades que formam o Vale do Paraíba (incluindo litoral norte e Serra da Mantiqueira) são 146.060 casos confirmados e 2.657 mortes. Já nas sete cidades que compõem a região bragantina são 21.116 casos, sendo 346 óbitos.

Gostou do conteúdo, compartilhe agora mesmo!

Leia também

Veja também