25/05/2024 16:30

Educação: São José dos Campos vem investindo em Cultura

educação

São José dos Campos vem investindo em Educação e Cultura. Cerca de 100 estudantes do ensino médio da escola estadual Jorge Barbosa Moreira, da Vila Cândida, na zona norte da cidade participaram da primeira apresentação do Programa Cidade Cidadã,  da Secretaria de Esportes e Qualidade de Vida, realizado nesta segunda-feira (18).

A retomada das atividades, criada em 2019, tem como objetivo levar informação e serviços úteis para jovens.

Com um bate-papo descontraído, estudantes e profissionais de diversas áreas da educação conversaram sobre assuntos ligados à realidade da população jovem como suicídio na adolescência, cuidados com doenças sexualmente transmissíveis, gravidez precoce, uso da camisinha, importância das vacinas, perigo de beber e dirigir e a atuação da Polícia Militar na comunidade, entre outros. As palestras foram intercaladas por apresentações de música ao vivo.

O modelo agradou o estudante Luiz Gabriel de Souza Arruda, 17 anos, morador do Águas de Canindu. “Essa ação fala de forma simples sobre temas como a violência, a depressão e o suicídio, que não são abordados no dia-a-dia. E nós não sabemos o que cada um passa, então é um momento para conversar e desabafar, mesmo porque podemos fazer perguntas pelo celular”, disse. Ele sugeriu a presença de um profissional psicólogo para dar atendimento aos estudantes. “Já teve um projeto assim na escola e esse profissional pode ajudar muito”, completou.

Durante o bate-papo, os questionamentos dos alunos são enviados por meio de mensagens no celular para preservar a identidade dos jovens.

educação

Daiane Pinheiro de Queiroz, 16 anos, moradora do Chácaras Havaí, também gostou do encontro. “Debatemos temas importantes e tivemos a oportunidade de receber bons conselhos. Agora as pessoas terão mais liberdade para falar sobre qualquer problema. Espero aprender mais e fazer algo legal para os meus colegas e para o meu bairro”, disse.

Para o diretor da escola, Francis Gomes Macedo, ações de prevenção envolvendo vários órgãos do poder público contribuem para a educação dos jovens. “Esse projeto ajuda a construir uma base de apoio sólida para os jovens. Um incentivo ao conhecimento e até mesmo uma mudança no contexto de vida deles, que pode não ocorrer agora, mas no futuro. É dar asas para que eles tenham um futuro melhor”, disse.

Até a próxima sexta-feira, estudantes de outras quatro escolas estaduais irão receber o programa de educação, no período da manhã, entre 8h e meio-dia. Nesta terça-feira (19), o encontro ocorre na escola Moabe Cury, seguidos de encontros nas escolas estaduais Geraldina Coelho Monteiro (20), Elídia Tedesco de Oliveira (21) e Euclides Bueno Miragaia (22). Ao todo, cerca de 1.000 estudantes devem ser envolvidos no programa.

educação

Programa Cidade Cidadã

O objetivo do programa de educação, que tem por base legal o Estatuto da Juventude, é estimular a participação de jovens em debates relevantes e na busca por melhorias em seus bairros e na cidade.

O programa é realizado pelo Departamento de Programas para a Juventude da Secretaria de Esportes e Qualidade de Vida em parceria com a Diretoria Regional de Ensino, Polícia Militar e Inpe (Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais).

A segunda etapa do projeto será realizada em parceria com o Inpe. Com o uso de ferramentas de geoprocessamento e sensoriamento remoto do LADS (laboratório de Aplicação de Dados Espaciais em Apoio à Sociedade), os alunos irão aprender a fazer o reconhecimento de território por meio do mapeamento do seu bairro e dos equipamentos públicos existentes. A oficina no Inpe está prevista entre 8 e 19 de novembro.

O projeto prevê ainda a apresentação dos resultados das pesquisas de campo aos demais colegas de escola em assembleia e em audiência com o prefeito na Câmara Municipal.

O projeto de educação da cidade, conta com a parceria da Polícia Militar, CVV (Centro de Valorização da Vida) e o apoio das secretarias de Saúde, Mobilidade Urbana, Apoio Social ao Cidadão, Inovação e Desenvolvimento Econômico e demais parceiros.

Gostou do conteúdo, compartilhe agora mesmo!

Leia também

Veja também