13/04/2024 12:38

São José dos Campos registra queda em mortes no trânsito

Mortes no Trânsito

A Prefeitura de São José dos Campos registra redução no número de mortes no trânsito nos últimos seis anos, o número tem queda de 37,5% na comparação entre os nove primeiros meses deste ano em relação ao mesmo período de 2015, quando foi iniciada a série histórica do Infosiga, banco de dados do governo do Estado de São Paulo sobre acidentes de trânsito.

Mortes no trânsito

De acordo com os dados mensais do Infosiga, divulgados nesta terça-feira (19), foram registradas 30 mortes no trânsito nas vias sob jurisdição municipal no acumulado deste ano, contra 48 no mesmo período de 2015. Em setembro deste ano, a cidade registrou um óbito contra dois no mesmo mês de 2020.

A redução nos números de mortes no trânsito refletem as ações da Prefeitura, que investe em infraestrutura, educação e fiscalização, nesta ordem de prioridade, para dar ainda mais seguranças à população.

Educação

A Prefeitura de São José dos Campos acredita na conscientização e educação para o trânsito já que, na maioria das vezes, os acidentes com mortes no trânsito acontecem por alguma imprudência.

Por esse motivo, a Prefeitura investe em campanhas educativas, como o programa Sinal de Gentileza, que visa incentivar o respeito às regras de trânsito e a convivência harmônica entre os usuários das vias públicas.

Outras ações

Além do Sinal de Gentileza, a Prefeitura lidera o programa São José Unida, que reúne as forças de segurança para diversas ações, como blitze da Lei Seca.

Outra ação é o projeto Party, que reúne todos esses parceiros e alunos da rede pública para um dia de palestras sobre prevenção e consequências dos acidentes, além de uma visita na ala de acidentados no trânsito do Hospital Municipal.

Mortes no trânsito

Rua na região sul terá sentido único a partir de domingo

Um trecho da rua Orós, no bairro Palmeiras de São José, na região sul de São José dos Campos, terá o sentido alterado, de mão dupla para mão única, a partir deste domingo (24). O objetivo da mudança é dar mais segurança aos usuários que trafegam pelo local, principalmente do transporte público.

A alteração será no trecho entre a rua José Cobra e a rua Gilberto Menotti Eugênio Cara e é necessária para melhorar a fluidez e movimentos do trânsito no local. A mudança também dá mais segurança aos usuários transporte público que utilizam a linha 320 (Parque Industrial-Jardim das Indústrias / Praça Afonso pena), que deixará de cruzar a rua José Cobra.

O novo sentido no trecho será da rua José Cobra para a rua Gilberto Menotti. Com a mudança, a linha 320, ao vir da rua Raimundo Barbosa Nogueira, deixa de virar à direita na Rua Orós para se dirigir à Praça Natal e virará à esquerda, seguindo pela travessa Assú, Rua Valença até Praça Natal.

A alteração também irá simplificar os movimentos permitidos no retorno na rua José Cobra para a rua Orós, que registra uma grande circulação de veículos devido à proximidade a uma escola próxima e ao Pronto Socorro.

prefeitura

Obras

Além de toda funcionalidade com relação ao trânsito e tráfego de veículos, as obras de mobilidade urbana da atual prefeitura municipal de São José dos Campos geram uma melhor qualidade de vida para a população.

Com projetos inovadores e conceitos modernos, as obras possuem acessibilidade, ciclovia, iluminação e readequação de movimentos, que permitem o estímulo a deslocamentos mais sustentáveis, seja para trabalhar ou praticar uma atividade física.

Quem trafega pela Via Cambuí, por exemplo, maior obra viária da história de São José dos Campos e que foi entregue esse ano, percebe a quantidade de pessoas que utiliza as largas calçadas e ciclovia da via para a prática de atividade física.

O morador do Jardim Martins Guimarães, na região leste de São José, Hélcio Fernandes, de 49 anos, tem usado a via e é prova dos benefícios que uma obra de mobilidade urbana nos padrões atuais de São José pode trazer.

“Voltei a praticar atividade física, comecei a andar de bicicleta há uns cinco meses e uso a Via Cambuí deste quando inaugurou, fiquei sabendo e fui pra lá. Melhorou meu sono, me dá mais energia. Estava sedentário, só andando de carro, com 84 quilos quando comecei a andar de bicicleta e agora estou com 76 quilos”, conta Hélcio que percorre cerca de 23 quilômetros quando sai para pedalar.

Outra pessoa que começou a andar de bicicleta após a entrega da Via Cambuí foi a moradora do Jardim Santa Júlia, Magna Tavares, de 45 anos. “Sem dúvida, foi de extrema importância pra viabilizar o trânsito, a gente precisava da via, da ligação pra desafogar o trânsito, mas essa área de ciclovia, de caminhada, o pessoal da região está usando muito, todo mundo gostando, com a obra em geral, pra andar de patins, pedalar, correr, crianças de bicicleta, não tínhamos esse espaço, foi muito bom, uso todos os dias pra pedalar ou caminhar”, comenta Magna que também teve uma melhora na saúde.

“Comecei a pedalar depois da via. Há muito tempo tinha em mente pedalar e não fazia porque não tinha um espaço apropriado. Sinto diferença na qualidade de vida, mais fôlego, mais disposição”, completa Magna.

Av. Salinas x Av. dos Evangélicos

Outra importante obra da prefeitura e que irá redesenhar a mobilidade na região sul de São José é a ligação da Avenida Salinas com a Avenida dos Evangélicos. O projeto tem aproximadamente 400 metros de extensão com duas faixas de rolamento por sentido, com calçada, ciclovia e rampas de acessibilidade.

A nova via irá agilizar a ligação entre as regiões do Bosque dos Eucaliptos e Campo dos Alemães e reduzir os deslocamentos dos moradores que, antes, improvisavam em um trecho estreito e de terra, que não permitia a passagem de veículos.

O ciclista e morador do Campo dos Alemães, Pedro da Silva, de 55 anos, costumava realizar o trajeto por essa “trilha” existente no local. “Sempre gostei de bicicleta e sempre passo por ali. Essa obra vai ser boa, porque não daremos toda aquela volta”, disse.

Gostou do conteúdo, compartilhe agora mesmo!

Leia também

Veja também