14/06/2024 18:50

São José: 1 milhão de doses aplicadas da vacina

Taubaté

São José dos Campos atinge nesta quarta-feira (29) a marca de 1 milhão de doses aplicadas em públicos acima de 12 anos, com ou sem comorbidades, da 1ª até a 3ª dose.

Desde o dia 20 de janeiro, quando começou a vacinação no município, e até a última terça-feira (28), foram aplicadas 996.846 vacinas –567.529 em 1ª dose, 408.887 em 2ª dose, 16.125 em dose única e 4.305 em 3ª dose.

Mais de 70% da população apta a receber vacinas contra a covid já foi completamente imunizada com duas doses ou dose única em São José. O índice é referência de boa cobertura vacinal.

A adesão à vacina em São José tem superado as expectativas. Nas faixas etárias de 60 a 69 anos e de 70 anos ou mais, a cobertura passou de 100% na 2ª dose. Na 1ª dose atingimos 94% de cobertura.

A cidade bateu recorde de vacinação com 17.309 doses aplicadas em um único dia, em 8 de setembro e, em pouco mais de 8 meses de vacinação, antecipamos o calendário por idades de acordo com as doses disponíveis para acelerar a vacinação.

Abrangência

A vacinação em São José abrangeu desde adolescentes, adultos e idosos sem comorbidades até pessoas com diferentes tipos de comorbidades, deficiência, gestantes e puérperas, adultos com imunossupressão, pessoas acamadas e idosos residentes em instituições de longa permanência.

“Nosso objetivo é chegar a 90% da população completamente imunizada. A vacinação em massa interrompe a circulação do vírus e protege contra as formas graves da doença. Com os índices que temos já é possível observar nitidamente a redução do número de pessoas contaminadas”, disse a médica Tereza Cardoso, chefe da Vigilância Epidemiológica em São José dos Campos.

O avanço constante da vacinação em São José permitiu a redução de casos e mortes. Os casos positivos em relação a todos os testes feitos em São José representam entre 6% e 7% do total, abaixo do limite considerado bom, de até 10%.

A média diária de novos casos de covid na cidade também registra queda.

Na semana de 28 de agosto até 4 de setembro, a média diária de novos casos confirmados era 76. Na semana de 19 a 25 de setembro, a média caiu para 34.

Quarta-feira tem novas datas

A vacinação desta quarta-feira (29) avança nas datas de aplicação da 2ª dose para quem se vacinou pela primeira vez com Pfizer e Coronavac. A vacinação com AstraZeneca segue o mesmo público da terça-feira.

Podem tomar a 2ª dose quem recebeu Pfizer até 4 de agosto e quem foi vacinado na 1ª dose com Coronavac até 10 de setembro.

Vacinados com AstraZeneca até 23 de junho recebem nesta quarta-feira a 2ª dose com Pfizer, conforme diretriz do Estado. Quem tomou AstraZeneca entre 24 de junho e 7 de julho, toma o mesmo imunizante.

Esse público pode se vacinar nas Casas do Idoso e nas UBS’s Resolve (exceto a do Jardim das Indústrias) das 8h às 17h e no Colégio Tableau das 8h às 21h.

1ª dose

Nesta quarta-feira tomam a primeira dose adolescentes de 12 a 17 anos sem comorbidades, com a vacina da Pfizer. Adultos com 18 anos ou mais sem comorbidades tomam a Coronavac.

A 1ª dose também é aplicada nas Casas do Idoso, UBS’s Resolve (exceto a do Jardim das Indústrias) das 8h às 17h e no Colégio Tableau das 8h às 21h.

Pessoas com 12 anos ou mais com comorbidades, deficiências, gestantes e puérperas até 45 dias tomam vacina somente nas USB’s Resolve (exceto a do Jardim das Indústrias).

3ª dose

Na 3ª dose segue o público idoso com 65 anos ou mais, para quem tomou a 2ª dose há 6 meses ou mais, independente do tipo de vacina tomado.

Também podem tomar a dose de reforço os adultos de 18 anos ou mais com alto grau de imunossupressão, independente do tipo de vacina que tenham tomado nas duas doses anteriores, desde que tenham passado mais de 28 dias.

É preciso consultar no site da Prefeitura a lista de patologias previstas pelo Estado para receber a vacina de reforço.

Os idosos tomam a 3ª dose nas Casas do Idoso e UBS’s Resolve (exceto no Jardim das Indústrias) das 8h às 17h e no Colégio Tableau das 8h às 21h. Os que têm imunossupressão só podem se vacinar nas UBS’s Resolve (exceto Jardim das Indústrias).

Senhas

As senhas começam a ser distribuídas a partir das 8h e a vacinação é feita de acordo com a capacidade de cada posto.

O ideal é se vacinar no dia indicado pelo calendário de vacinação, disponível nas redes sociais e no site da Prefeitura, para evitar filas e permitir o avanço para novos públicos.

https://www.sjc.sp.gov.br/noticias

https://www.transitoaberto.com.br/operadoras-de-planos-de-saude-enfrentam/

Gostou do conteúdo, compartilhe agora mesmo!

Leia também

Veja também